sábado, 12 de maio de 2012

Mulher Ninfomaniaca - 36 horas de tortura

Lembram-se de Olga Zajac, a cabeleireira que violou um ladrão e como recompensa deu-lhe umas calças novas? Se não se lembra clique »» aqui ««.

Agora tudo aconteceu em Munique na Alemanha quando um homem encontrado na rua a chorar, confessou que foi usado como escravo sexual.


O homem de origem africana diz que a conheceu no autocarro e após as 36 horas de actividade sexual ficou de tal forma que nem podia andar.

Aqui já ficamos de pé atrás, afinal seria uma mulher ou um homem que o deixou impossibilitado de andar? Pois pois...

Esta mulher foi acusada anteriormente de escravatura sexual, o DJ Dieter Schulz foi uma de suas vítimas.
Ele contou que a conheceu num bar que foram para o apartamento da mulher, lá tiveram sexo consentido umas 5 vezes, só que a coisa complicou quando ele tentou sair do apartamento e descobriu que a porta estava trancada e chaves escondidas, assim lá teve de ter mais sexo até ela adormecer.
Quando ela estava a dormir, o DJ foi até à sacada do apartamento e viu que era alto de mais para saltar e só lhe restou chamar a policia.

Passados 10 minutos, a polícia bateu à porta e a mulher além de os receber também os convidou a ter sexo.

Danada esta mulher mas acho que com um pouco falta de gosto, o DJ não é assim tão bonito



Sem comentários:

Enviar um comentário