quinta-feira, 23 de julho de 2015

Actor porno ou pastor?

Imaginem que têm duas actividades incompatíveis com ser actor de filmes pornográficos ou ser um pastor de uma religião, qual dos caminhos você acha que eles escolheram? 

Conheça a história de pessoas que se converteram à religião ou optar pelo caminho da pornografia

A resposta vai depender de quem falamos, por isso apresentamos a história em que um pastor escolheu ser actor de filmes pornográficos e um actor de filmes pornográficos que escolheu ser pastor.

Alexandre Senna foi pastor durante algum tempo, é casado e tem 2 filhos mas o mundo da pornografia o atraiu para fazer filmes gay onde muitas das vezes desempenha o papel de passivo.

Alexandre Senna já foi pastor mas optou por ser actor de filmes pornográficos gay


Revelou que assim a sua esposa não sente tanto ciúme, afinal com homens não é a mesma coisa de que com mulheres.

Agora dizem que ele abandonou a carreira pornográfica e se dedica a outro tipo de artes, neste caso música. Ele e mais três actores, MC Hunter, Rafinha Angel e Rick Montila, lançaram um grupo de funk chamado "Os Ator Pornô" (assim mesmo com erro de gramática).

Porque largou a carreira de actor? Porque está falido e tem muito medo de apanhar alguma doença.

Na minha opinião, acho que não é o medo mas que está a ficar um pouco velho e disforme para a profissão. Não me achem cruel mas são os corpos jovens de fitness aquilo que as produtoras e indústria dos filmes para adultos vendem e se Alexandre não estiver naquele padrão terá muito menos trabalho.

Temos agora a outra história, neste caso de Giuliano Ferreir, que tinha com nomes artisticos Julio Vidal ou Juliano Ferraz. No mundo da pornografia ele era bastante versátil fazendo filmes de todos os géneros, heterossseuxal, bisssexual ou homossexual. Participou nos filmes "Brazilian Moves" e "Stand at Attention", ambas da Frenesi Filmes, e "Crossroads of Desire" e "The Agony of Ecstasy", do renomado diretor Kristen Bjorn.


Conhecido como Júlio Vidal, o actor de filmes pornográfico se converteu e agora é pastor

Giuliano não vê mais com bons olhos a pornografia condenando-a e comparando-a à prostituição. Fundou o culto "Ministério Brasa no Altar" e largou por completo esta vida e obtém os seus rendimentos através da venda de livros, CDs e DVDs. 

Para os que lhe olham estranho durante o culto ele não se preocupa. Diz que está feliz junto da mulher que ama e que  a igreja é acolher todos aqueles que se perderam na vida pois próprio Jesus disse que viria pelos doentes e não pelos sãos.

A mudança de Giuliano é tão radical quando a de Alexandre mas caberá a nós julgar as decisões de cada um? O que vocês acham disto? Comentem abaixo!





Sem comentários:

Enviar um comentário