sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Freira confessa agressão


A imagem de não violência associada a freiras parece que desta vez foi por água abaixo quando surgiu a notícia que elas, juntamente com um padre escravizaram 3 noviças da Fraternidade Missionária Cristo Jovem, em Portugal.

As noviças eram incumbidas de realizar diversas tarefas que em caso de não as fazerem eram castigadas fisicamente ou obrigadas a penitências desumanas. Também eram proibidas de sair das instalações mesmo que quisessem.



Elas representam um movimento cristão das "Testemunhas da Cruz" que surgiu no norte de França após uma vidente ter tido uma visão de uma cruz mais brilhante que a luz do dia surgir na sua janela de madrugada e foi ordenada por Cristo a pedir à Igreja que erguesse uma cruz que fossea tábua de salvação da Humanidade.

Elas depois venderam diversas cruzes que emitem uma intensa luz azul à noite a paroquias, casas particulares e até prisões.

Mas voltando à agressão, uma freira acusada foi entrevistada por um canal de televisão onde admite a agressão e compara as noviças e a Fraternidade como um casal separado onde ambos não têm razão.

(se quiser é possível activar as legendas no vídeo)

Freira confessa agressão por acontecemcoisas


"Eu não faço isso porque tenho estado muito doente e eu trabalho mais no computador" - Freira acusada de agressão

Depois disto, só posso dar graças a Deus que existe computadores e Internet, porque se não houvesse outra coisa para esta senhora se entreter alguém estaria com mais nódoas negras.



Sem comentários:

Enviar um comentário