quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Plásticas Bizarras - Sem limites, sem noção


Chegamos ao fim da edição de Plásticas Bizarras e para o fim deixamos os limites ou a falta deles que algumas pessoas tiveram no que a isto diz respeito.

Blondie Bennet - A Barbie 


Blondie Bennett, uma mulher de 38 anos tem o sonho de se tornar uma "Barbie" e eu o sonho de me tornar rico. Como ambos sabemos temos sonhos quase possíveis de alcançar tentamos algumas coisas, eu jogo na lotaria e ela confia num terapeuta.

Mas se acham que ela tem mais sorte do que eu porque eu confio na sorte e ela num especialista então deixem-me partilhar o seguinte, Blodie quer ser uma "Barbie" por fora e por dentro e o terapeuta ajuda-a a tornar-se vazia e burra.

Ao que parece o terapeuta está a conseguir ajudar, se é que oportunismo é uma forma de ajuda, pois a moça ao fim de 20 sessões já se sente tontinha o suficiente para não saber se tem que ir para as partidas ou para as chegadas para ir buscar alguém no aeroporto.


Além da despesa que tem com o terapeuta ela já gastou mais de 33 mil euros (146 mil reais) em operações plásticas.


Sarah Burge - Um presente especial

Sarah Burge é uma mãe como qualquer outra, só quer o melhor para a sua filha e para o seu futuro mas os métodos que ela usa é que podem parecer bastante incomuns.



Ela deu como presente de aniversário para a sua filha um cheque de 10 500 eur (~46700 reais) para que ela possa fazer a sua primeira operação plástica. Até aqui nada de mais não fosse a sua filha ter 8 anos.

Tudo isto é para a sua filha tenha as mesmas oportunidades que ela e de uma forma muito estranha ter a liberdade de mudar o que ela quiser. Uma fútil mas profunda lição de vida.

Espero que tenham gostado desta pequena mini-sére de operações plásticas, podem também ler o Vol I e Vol II.




Sem comentários:

Enviar um comentário