quinta-feira, 26 de maio de 2016

As luzes mais estranhas do planeta - parte I


No mundo há fenómenos muito estranhos, tanto mais que muitos deles, quando alimentados pela superstição se tornam verdadeiros enigmas.

As mais estranhas e raras luzes na Terra


Conheça agora algumas das luzes mais estranhas do planeta.

Fogo de Santelmo

o fenómeno do fogo de santelmo


O Fogo de Santelmo é um fenómeno muito curioso. Ele aparece como uma luz azulada e era bastante comum surgir nos mastros dos navios.

fogo de santelmo nas embarcações

Causado pela diferença de potencial atmosférico, o seu aspecto é de uma faísca azulada. Os antigos navegadores viam este "fogo" como um bom sinal e acreditavam que acalmava as tempestades.

Ele pode também ser observado em aviões, durante tornados nos objectos afiados ou nos cornos de animais durante a trovoada. Geralmente inofensivo, é um fogo que não queima mas que antigamente causava inquietação nas embarcações ao alterar a direcção das bússolas que estavam a bordo.

Abaixo fica segue o exemplo:



Quem não acreditou que o fenómeno era benigno foi Luís Vaz de Camões que num dos seus versos nos Lusíadas descreve o aparecimento do Fogo de Santelmo com uma tromba marítima.
"Vi, claramente visto, o lume vivo / Que a marítima gente tem por santo,
Em tempo de tormenta e vento esquivo, / De tempestade escura e triste portanto.
Não menos foi a todos excessivo / Milagre, e cousa, certo, de alto espanto,
Ver as nuvens, do mar com largo cano, / Sorver as altas águas do Oceano."

Fogo-fátuo

fogo-fátuo é causado pela combustão de gás metano

O fogo-fátuo é um fenómeno comum em pântanos e cemitérios, ou seja, onde há material em decomposição. As folhas ou os cadáveres quando apodrecem libertam gás metano que se incendeia e causa a ilusão de uma luz que vagueia perdida no escuro.

No folclore é conhecido na versão em inglês como will-o'-the-wisp, no Brasil como Boi-tatá. Nas duas versões o objectivo deste ser sobrenatural é cruel, tenciona trazer a morte a quem se cruza com ele, contudo convém ressalvar que enquanto o will-o'-the-wisp age por pura maldade levando as pessoas guiadas pela curiosidade em saber que luz brilha no escuro para penhascos, areias movediças ou afogar as suas vítimas em rios e poços, o Boi-tatá surge como um vigilante das matas agindo por vingança a quem incendeia as florestas.

Luz misteriosa que nos segue no escuro


O fogo-fátuo chegou a ser descrito, ainda em 1560, pelo jesuíta português José de Anchieta:
"Junto do mar e dos rios, não se vê outra coisa senão o boitatá, o facho cintilante de fogo que rapidamente acomete os índios e mata-os."
O fenómeno tem um explicação racional, ou pelo menos é aquilo que cientificamente conseguimos encontrar mais próximo do que as tradições nos contam.

combustão de gás metano nos pântanos


Raios globular

Raio globular

O raio globular ou raio bola é um estranho fenómeno ainda pouco estudado no qual uma bola, de tamanho variável e que dura muito mais do que um raio comum, flutua pelo ar e no final pode explodir.

Não há muitas evidências pois trata-se de um acontecimento muito raro porém existe várias histórias sobre o assunto.

Quando era novo, meus familiares contaram-me várias histórias sobre raios que entravam na casa das pessoas e que rodavam pela casa toda destruindo o que aparecia pela frente, no final saiam pela chaminé ou rebentavam.

Na altura, apesar do impressionante relato, não lhe dei credibilidade. Como poderia um raio se sustentar no ar, pensei eu. Vim a descobrir com o tempo que os relatos não são tão despropositados como parecem.

Raios bola ou globulares são fenómenos raros e potencialmente periogosos


As fotos reais e vídeos dos fenómenos parecem existir, uma dos mais famosas é a que se encontra em baixo. Podemos ver a bola amarela da qual se solta uma cauda eléctrica.

fotografia de um raio globular

Prometemos um dia dedicar um artigo aqui no blog só para os raios globulares mas até lá fiquem com um vídeo de alguns que já foram captados:


Raios globulares por acontecemcoisas




Sem comentários:

Enviar um comentário