quarta-feira, 8 de junho de 2016

As luzes mais estranhas do planeta - parte 2

luzes bizarras

Nem tudo o que é brilha estranhamente no céu é um OVNI (ou será que é?). Muitas vezes são apenas fenómenos pouco conhecidos mas que deixam qualquer um ou fascinado pela sua beleza ou assustado pela incompreensão.

aurora austral

Talvez este seja um dos mais comuns, a aurora boreal ocorre nos pólos do planeta e é causado pela interação das partículas emitidas pelo Sol e o campo magnético da terra.

explicação aurora austral

O fenómeno tem uma beleza singular e poucos conseguem ser tão atraentes. As cores podem variar e é possível notar o seu movimento onde se fosse um lenço de seda ao vento.


Algumas imagens são bastante impressionantes, eis alguns exemplos:

aurora austral no céuaurora austral no céuaurora austral no céu
Certamente já ouviu falar do "Milagre do Sol" e das aparições em Fátima, Portugal. Dizem alguns teóricos que o milagre é na verdade uma mistura entre um parélio e o um halo solar.

parélio e halo solar

Um parélio e o halo solar é um fenómeno óptico causado pelos cristais de gelo causado a ilusão de um circulo luminoso à volta do Sol, a existência de mais do que um Sol no céu e outras formas estranhas.

Este evento ocorreu durante uma batalha na Inglaterra entre as casas de Iorque e de Lencastre, conhecida por Batalha de Towton e recebeu mais tarde uma citação de  posteriormente por  William Shakespeare numa das suas obras:
"Três gloriosos sóis, cada um perfeito sol, não separados por nuvens borrascosas, mas brilhando repousados num céu pálido e claro. Olha! Olha! Reúnem-se e abraçam-se, parecendo beijar-se como se houvessem jurado uma aliança inviolável. Agora eles formam um só archote, uma só luz, um único sol. O céu parece querer assinalar algum acontecimento”
O fenómeno é apontado como o mais provável naquilo que foi descrito como uma guerra OVNI nos céus no dia 14 de Abril de 1561

O resultado é este do fenómeno é este:

parélio e halo solar

parélio e halo solar
 parélio e halo solar

Mas um dos mais misteriosos fenómenos são luzes que surgem antes, durante e depois de grandes tremores de terra conhecidas como luzes de terremoto.

luzes nos sismos

Viajemos no tempo até 1 de Novembro de 1755 para Lisboa, num dia em que muita gente estava nas igrejas a celebrar o dia de todos os santos um violento sismo destruiu a cidade.

Os relatos contam que a terra abriu "bocas" das quais saíram de algumas "vento", vapores sulforosos e faíscas.

Pensam vocês como podia sair faíscas do chão num país que ainda não tinha electricidade?

luzes de terremoto
Luzes de terramoto no Monte Kimyo, Japão

A "explicação" é que um grande volume de rocha é prensado e partido o que origina estática e interage com a atmosfera.

O grande problema de estudar esta ocorrência é que não é possível onde e quando vai acontecer um sismo mas com o avanço e massificação da tecnologia os relatos empoeirados numa biblioteca ganharam vida com o uso de câmaras de vigilância e telemóveis.

luzes durante sismo

Assim já foi possível captar estas luzes em Fukushima, China e Chile. Fiquem com um resumo:



Luzes de terremoto por acontecemcoisas



Sem comentários:

Enviar um comentário