quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Prosopagnosia - A cegueira para rostos

Uma estranha condição atinge cerca de 2% da população, com um nome complicado. Prosopagnosia é a incapacidade de reconhecer rostos.

Cegueira para rostos


Pode parecer algo banal, a incapacidade de ver um rosto e não reconhecer de onde ele é. Certamente já aconteceu consigo. Encontrar um velho amigo e não o reconhecer, porém, a sua falha de memória não é nada comparado com a prosopagnosia.

Imagine que está num bar, se olha no espelho e não sabe que a imagem reflectida é a sua. Olhar para a sua mãe e não saber que é ela. A vida de Evie Prichard é assim.

Evie tem este problema desde nascença e a certa altura da sua vida, quando tinha 19 anos, ela passou por um constrangimento hilariante, numa festa aproximou-se de uma pessoa que pensava ser um amigo do seu ex- namorado mas na realidade era o seu próprio ex. Talvez este insólito tenha sido uma facada no ego inflado do seu antigo namorado.

 Evie Prichard sofre de cegueira para rostos

A prosopagnosia resulta de uma condição congénita, a pessoa nasce com este problema, ou então pode ser resultado de uma lesão no cérebro. Actualmente não existe tratamento nem treinamento que possam minorar os seus efeitos

As pessoas que têm este problema referem que ele é como um sonho, na altura é vivenciado intensamente mas depois se desvanece e a pessoa acaba por esquecer. Usam então outras formas de identificar as pessoas como os maneirismos, postura, corte de cabelo, perfume, tom de voz ou roupa por exemplo.

Este é um transtorno que originar a situações perigosas, beijar um desconhecido, ser assaltado e não reconhecer o ladrão, alguém se fazer passar por parentes.

Para Evie, o problema se manterá  mas isso não a impede de ter uma vida relativamente normal. Apesar desta incapacidade ela mantém o optimismo e espera ajudar outros com a mesma condição a enfrentar as adversidades.




Sem comentários:

Enviar um comentário