Condutor apanhado a dormir em carro em piloto-autom√°tico ūüöó

As pegadas do Diabo em Devon ūüėĪ

Muitos questionam a sua existência, procurando certezas num mundo onde o invisível quase nunca se revela. Será uma construção da mente humana ou ele existe mesmo?

Há cerca de 150 anos, em Fevereiro de 1855, após uma noite de queda intensa de neve o dia amanheceu, em Devon na Inglaterra, com um estranho rasto na neve. Pegadas deixadas por algo com duas pernas e que tinham a forma de cascos. A criatura terá percorrido numa noite algo entre 64 a 160 quilómetros.



Os morados ficaram perplexos e devido à estranha forma disseram que as pegadas foram deixadas pelo Diabo. O mais intrigante deste mistério é que nenhum obstáculo deteve esta criatura, rios, muros, celeiros foram pisados. Nos telhados cobertos de neve era possível observar as pegadas. Desafiando a lógica e as próprias leis da natureza, tal rasto não poderia ter sido deixado por um humano em apenas uma noite.

As teorias do Diabo depressa teriam outras teorias mais racionais para lhes fazer frente. A primeira é que o rasto foi deixado por burros ou póneis mas é fácil constatar que tal seria impossível. O rasto além de ter sido feito por algo que caminhou sobre duas pernas, também foram deixadas marcas em cima de telhados.



Outra teoria é a do balão perdido. Um balão foi que se soltou acidentalmente andou à deriva por vários quilómetros, tal poderia explicar as marcas deixadas em cima dos telhados mas não a sua forma, o vento o teria empurrado para os lados e assim o rasto não seria a direito e seria também impossível que ele não ficasse preso em alguma árvore.

Surgiu ainda a teoria de que as marcas foram deixadas por cangurus em fuga de um zoo privado, criada pelo Reverendo Musgrave, porém mais tarde numa carta dirigida a um jornal que inventou a história aquela história para descansar as pessoas da sua paróquia.

O misterioso fen√≥meno de Devon n√£o √© caso √ļnico, em 19 de Julho de 1205, em Coggeshall ap√≥s uma tempestade el√©ctrica surgiram o mesmo tipo de pegadas e mais recentemente, em 12 de Mar√ßo de 2009 o fen√≥meno repetiu-se novamente em Devon. Noutros locais do mundo tamb√©m h√° relatos de eventos semelhantes.

Até hoje ninguém sabe o que aconteceu de verdade.


Fontes:
  • http://www.mysteriousbritain.co.uk/england/devon/other-mysteries/the-devils-footprints.html
  • http://www.dailymail.co.uk/news/article-1161765/Ancient-mystery-returns-Satans-hoofprints-spotted-Devon-garden.html
  • https://en.wikipedia.org/wiki/Devil's_Footprints


Coment√°rios

  1. Our subject experts provide top-quality Assignment Help online services to the students all over the world. You do not have to struggle with your assignments .Our professional writers will provide services you will always remember. Now you can get timely and affordable assistance with our best services online .

    ResponderEliminar
  2. The Devil's Footprints in Devon tells the story of a young girl named Alice who moves to Devon with her family after the death of her father. Alice begins to notice strange things happening in the town, but it isn't until she finds a house that she can't leave that dissertation writing services she realizes there is something wrong. Alice's journey to figure out what is going on in the town and to find her missing mother takes her into the depths of an old house and into the hearts of people she never knew. When Alice is forced to move to Devon after the death of her father, she doesn't expect the town to be anything like it was before. The world she knew has changed and the people in it don't seem like they're very friendly. She meets a boy named Jake, who tells her that he's been living in the house since he was born and he can't leave it. Alice begins to realize that there is something wrong with the house and Jake when she finds a room filled with hundreds of jars, each containing a human foot.

    ResponderEliminar

Enviar um coment√°rio